Um artigo sobre “A atividade a longo prazo dos insetos sociais responsáveis pela fertilidade física dos solos nos trópicos" foi publicado no Scientific Reports em dezembro passado.

Os ferralsolos correspondem aos solos vermelhos e amarelos, comuns nas regiões tropicais. São profundamente intemperizados, mas têm uma fertilidade física elevada porque têm uma forte estrutura microgranular, cuja origem é ainda ativamente debatida. No presente estudo, cientistas procuraram evidências da origem biológica da estrutura resultante da atividade da fauna do solo. Apresentaram os resultados obtidos com ferralsolos brasileiros desenvolvidos sob vegetação nativa.

© Termite bois

Verificou-se que os ferralsolos estudados apresentam características morfológicas ligadas à atividade dos insetos sociais (insetos que vivem e se organizam em colônia, demonstram uma inteligência coletiva que lhes permite tirar partido do seu instinto gregário. Os insetos sociais são conhecidos de três ordens diferentes: Hymenoptera, Blattoptera e Coleoptera).

Estes pesquisadores mostraram a presença de argilas potássicas 2:1 de saprolite nos microagregados de todos os ferralsolos estudados. Estas argilas 2:1 foram discutidas anteriormente como marcadores de atividade de térmitas a longo prazo.

Este fato destaca a ameaça à fertilidade física destes solos e, mais amplamente, ao ciclo da água nas regiões tropicais em causa, se a agricultura intensiva reduzir a biodiversidade da fauna do solo, como indicam vários estudos.

Autores :

  • Ary Bruand, Institut des Sciences de la Terre d’Orléans (ISTO)
  • Adriana Reatto, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
  • Michel Brossard Institut de Recherche pour le Développement (IRD UMR Eco&Sols)
  • Pascal Jouquet Institut de Recherche pour le Développement (IRD UMR iEES)
  • Éder de Souza Martins, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cerrados)

 

Ler o artigo.