A gestão de resíduos sólidos é um desafio crucial, complexo e multidimensional para as sociedades.

© Ambassade de France au Mozambique

Na (s) África (s), menos de 50% dos resíduos são colectados e 80% acabam em aterros a céu aberto não controlados ou, pela ação do escoamento ou do vento, no Oceano Índico. Quando são pouco degradáveis, como o plástico por exemplo, se acumulam nas cadeias alimentares terrestres e marinhas.

Com uma produção de cerca de 2,5 toneladas de resíduos / ano, a gestão de resíduos é o desafio diário mais importante em Moçambique. Tanto um recurso económico quanto uma fonte potencial de perigo, os resíduos estão no centro das questões de desenvolvimento sustentável do país.

 

Quais são os impactos dos resíduos sólidos na saúde, no meio-ambiente e na biodiversidade ? Quais são os desafios da poluição pelos plásticos em Moçambique? no Oceano Indico?

 

Como funciona a economia circular? Como aliar preservação do meio-ambiente e  a economia? Como integrar o sector informal? Qual é o papel dos catadores na reciclagem?

Quais são as inovações para valorizar os resíduos solidos?

 

Venha ouvir o debate de todos actores envolvidos (sociedade civil, sector privado, universidades..) na procura de soluções para o ambiente, e na redução da poluição e valorização do lixo!

 

Debate moderado pela Mayra Pereira (Consultora - Banco Mundial)

 

Com a participação de Carbon Africa, IRD (Stéphanie Duvail, Dinis Juizo), UEM, WWF, 3R, AMOR, VALOR, Cervejas de Moçambique..

 

Evento organizado pela Embaixada da França em Moçambique em parceria com a Agencia Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Instituto Francês de Pesquisa pelo Desenvolvimento (IRD)

 

Capacidade de 50 pessoas. Venha a partir das 9:00.