O acordo LMI TAPIOCA foi renovado no Recife no dia 2 de fevereiro.

No dia 2 de fevereiro, Abdel Sifeddine, o Representante do IRD no Brasil, acompanhado por Emmanuel Lenain, Embaixador da França no Brasil e Serge Gas, Cônsul Geral da França para o Nordeste, assinou a renovação do Acordo do LMI TAPIOCA, em Recife com os reitores Alfredo Macedo Gomes (UFPE) e Marcelo Carneiro Leão (UFRPE).

A cooperação Brasil-França foi destacada com os incríveis resultados da parceria, que consolida o LMI TAPIOCA como um Centro de Excelência em Ciências do Mar ao longo dos anos de projeto.

 

O que é o LMI TAPIOCA ?

© Elilson Góis

O LMI Tapioca é uma iniciativa conjunta do Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento, na França (IRD France), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), criado em 2018.

O Brasil reconheceu recentemente a grande importância dos recursos naturais e das reservas minerais ao longo dos seus 7.500 km de costa (conhecida como a "Amazônia Azul" pelas autoridades brasileiras) e os membros da equipa Tapioca estão envolvidos em vários projetos científicos e acadêmicos destinados a resolver questões fundamentais sobre as interacções biogeoquímicas, físicas, biológicas e humanas no Oceano Atlântico tropical.

O projeto visa fortalecer a cooperação científica e acadêmica entre as duas universidades pernambucanas e os pesquisadores franceses do IRD, criando uma rede de excelência na área de Ciências Marinhas. São mais de cem pesquisadores e estudantes unidos pelo objetivo de aprimorar a internacionalização das ciências marinhas no Nordeste do Brasil e preencher lacunas científicas, tecnológicas e metodológicas.

© Elilson Góis

Tapioca reúne cerca de 90 cientistas e estudantes envolvidos em projetos de pesquisa como o Pirata, Abraços e Mafalda. O laboratório centra-se em áreas de pesquisa relacionadas com as mudanças climáticas e o planejamento do espaço marinho. Permitirá reforçar a pesquisa neste domínio e investir na formação de novos estudantes.

O IRD está feliz em iniciar mais um ciclo de trabalho com o LMI TAPIOCA. Juntos, vão continuar a trilhar caminhos de excelência e colaboração internacional em prol das Ciências do Mar.

 

Ler o artigo do gov.br aqui.